Fisioterapia no tratamento de dor de cabeça

A maioria das pessoas no mundo sofrem com uma doença incapacitante e que é conhecida popularmente por enxaqueca. Se caracteriza por uma manifestação de dor com intensidade moderada a forte, afetando a cabeça, porém de forma alternante (nas crises aparece de um lado da cabeça alternando com o outro lado), dessa forma acaba incapacitando o indivíduo nas atividades cotidianas, e desconfortos com a exposição à luzes e sons. Alterações musculares e articulares na região do pescoço também podem estar envolvidas e influenciarem na progressão e na cronicidade da doença.
É comum que os pacientes apresentem a diminuição de movimento do pescoço e articulações próximas, presença de pontos de tensão em alguns músculos e alterações posturais como a cabeça projetada para frente. Outra característica importante é que estes pacientes podem apresentar o medo que o movimento da cabeça aumente ou inicie uma crise, gerando uma menor mobilidade dos músculos da cabeça e do pescoço. Estas alterações podem mandar informações para o sistema nervoso central e assim contribuir para o início da enxaqueca.
O papel da fisioterapia na Enxaqueca tem como objetivo, minimizar as causas e consequências que geram incapacidade das atividades de vida diária e física, tais como: trabalho, atividades domiciliar, relações interpessoais, sono, atividades física, sociabilidade, desempenho geral.
O tratamento consiste em diminuir o ciclo da dor e suas complicações associadas (ansiedade, depressão, estresse, distúrbios visuais, tontura, vômitos, alterações gastrointestinais, alterações musculoesquelética e posturais, entre outras).
Assim, o tratamento da fisioterapia acelera a melhora clínica e reduz as dores através de técnicas como terapia manual e exercícios de reeducação muscular.

Para ficar por dentro desse e outros assuntos, fique atento ao nosso Blog! Compartilhe com os amigos e opine sobre quais temas você gostaria de ler por aqui.

Categories : Categoria